Impresso em: 16/12/2017 13:47:44
Fonte: http://www.ecosdotocantins.com.br/noticia.php?l=a555580934c0ed4f778ea43166ea14fa

Como se tornar um Burro

07/12/2017 08:04:19

Web
Wágno Lima

Diálogo de um paciente com o psicólogo:
- Por qual motivo está buscando auxilio psicológico?
- Eu queria me sentir mais burro.
- Como assim?
- Alienado.
- Porque?
- As pessoas alienadas parecem ser mais alegres. Ao contrário de mim. Em vez de viver as situações eu reflito sobre elas.
- Por exemplo?
- Se estou beijando uma mulher fico refletindo sobre o sentido do beijo, da mesma forma quando estou me alimentando, bebendo água, fazendo as necessidades fisiológicas. Só não reflito sobre o sono porque estou dormindo. É bem mais produtivo refletir sobre algo quando se está experimentando esse algo.
- Como é sua rotina diária?
- Ler livros complexos, escrever livros e lecionar nos cursos de doutorado e pós-doutorado.
- Tem diversão?
- Sim. Escutar música clássica, jogar xadrez, assistir opera e teatro.
- Tem amigos?
- Bom, pra ser amigo de alguém é preciso ter características em comum. E a minha característica mais evidente é a inteligência, e como o senhor bem sabe, neste mundo de hoje é muito raro encontrar pessoas inteligentes. Se eu fosse burro não me sentiria tão sozinho. Em todo canto desse mundo me entrosaria fácil, porque o que não falta nessa vida é gente burra.
- O senhor tem certeza dessa decisão? Porque depois de se tornar uma pessoa burra provavelmente não vai ter mais volta.
- Apesar de ser uma decisão difícil estou certo do que quero. Por onde começo?
- Bom, vai ser doloroso no começo, mas aos poucos os resultados aparecerão.
- Certo.
- Vou lhe receitar uma rotina diária que deverá ser cumprida a risca. Pra começar o senhor irá parar de ler livros complexos e profundos e passará a ler livros de “auto-ajuda”. Retorne na próxima semana que receitarei outro habito.

Na semana seguinte.
- Leu os livros de “auto-ajuda”?
- Sim.
- Como se sentiu?
- Senti um enorme desprezo pelos autores dos livros e pena de quem os lê.
- Em algum momento se sentiu burro?
- Me senti humilhado, foi difícil até entrar na livraria e comprar os livros. Fiquei com medo de algum conhecido me ver.
- Pois bem, o senhor continuará lendo livros de “auto-ajuda” e vai agora também parar de ouvir música clássica e começar a ouvir “música sertaneja”. Aqui está uma lista de duplas sertanejas e alguns cantores solo de “sertanejo universitário” que estão ocupando o topo das paradas de sucesso. Compre todos esses Cds e escute pela manhã ao acordar e a noite antes de dormir.

Passado mais uma semana.
- Como foi a semana, já está se sentindo burro?
- A única coisa que estou sentindo é repulsa.
- Calma, o processo é demorado mesmo, como eu disse no inicio.
- Não sei se vou conseguir resistir, doutor. Passei a admirar as pessoas burras: é preciso muita força interior pra suportar tanta burrice.
- Pode chorar a vontade. Sei que é uma tarefa realmente difícil. Tem lenço aqui.
- Obrigado.
- Se quiser ainda ta em tempo de desistir.
- Não. Não. Já enxuguei as lagrimas. Agora que comecei eu vou até o fim. Qual o próximo passo?
- Continue a ouvir “música sertaneja”, ler “auto-ajuda” e acrescente na rotina assistir um “reality show”, “novelas” e principalmente não deixe de “assistir televisão aos domingos”, vale também um “telejornal sensacionalista” onde o apresentador fica o programa inteiro mostrando a mesma noticia e falando em um falso tom de revolta. O senhor também está estritamente proibido de ir a operas e assistir peças teatrais, comece a freqüentar “festas automotivas”, por falar nisso, compre um carro Saveiro, instale um som automotivo nele, e batize o carro com algum nome ridículo do tipo “Safadona poderosa”, “Saveiro chorona”... . Nos finais de semana vá algum bar bem movimentado e ligue o som bem alto, mas só vale tocar “pancadão”. Com isso, o senhor pode ter certeza que vai está sempre rodeado de gente, e vai chover mulher na sua horta; mulheres adoram homens burros e indiferentes, pelos menos as mais jovens. Pare de ler os livros de “auto-ajuda”, não é pra ler mais nada. Decore o “jargão da moda”, ele deve sair de alguma novela ou filme. E pra finalizar não reflita mais sobre o sentido da existência das coisas e de si mesmo, “viva sem tentar compreender a vida”.

Seis meses mais tarde, enfim o inteligente se transforma em burro.
- Como está se sentido?
- Bem. Doutor, “quem o senhor acha que vai ganhar o Big Brother” ????




Redatores da coluna Meio Ambiente do Ecos do Tocantins - Marcos Leão e Selene Vital