Pium, segunda 22 de abril de 2019

Política

Bolsonaro já está em Brasília para dia de reuniões com ministrosPresidente desembarcou na manhã desta sexta após viagem à Suíça, onde participou do Fórum Econômico Mundial

25/01/2019 12h35

Alan Santos PR Presidente da República, Jair Bolsonaro é recebido pelo Vice-Presidente, Hamilton Mourão.
 
O presidente Jair Bolsonaro (PSL) desembarcou em Brasília na manhã desta sexta (25) após passar quatro dias em Davos, na Suíça, onde participou do Fórum Econômico Mundial – primeiro compromisso internacional de Bolsonaro desde que assumiu a Presidência da República.

De volta a Brasília, o presidente tem agenda cheia, com reuniões com ministros e com o governador de Rondônia. Às 10h, Bolsonaro se encontrou com o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni; às 14h, o compromisso é com o ministro da Defesa, Fernando Azevedo; às 15h, o presidente tem uma reunião marcada com o ministro da Secretaria de Governo, Santos Cruz e às 15h30, com o governador de Rondônia, Marcos Rocha.

Já para a próxima segunda (28) está prevista a cirurgia de retirada da bolsa de colostomia, que teve que usar após a facada que levou em setembro do ano passado, durante um compromisso de campanha. A cirurgia será realizada no hospital Albert Einstein, em São Paulo, para onde Bolsonaro deve viajar neste domingo (27). O gabinete da Presidência da República será transferido para o hospital para que o presidente possa despachar durante sua recuperação.

Fórum Econômico Mundial

O presidente embarcou para Davos, na Suíça, no último domingo (21) junto aos ministros da Economia, Paulo Guedes; das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro. Além de realizar o discurso de abertura do Fórum Econômico Mundial, Bolsonaro participou de diversas reuniões bilaterais.

O brasileiro foi à reunião do Conselho Internacional de Negócios, se encontrou com autoridades como o premiê japonês e o presidente da Suíça, Ueli Maurer. Para tratar sobre a crise na Venezuela, Bolsonaro se reuniu com o presidente da Colômbia, Ivan Duque; a vice-presidente do Peru, Mercedes Araoz; e a ministra das Relações Exteriores do Canadá, Chrystia Freeland. Após a reunião, o presidente reconheceu o presidente da Assembleia Nacional da Venezuela, Juan Guaidó, como presidente interino do país.

Após o fim dos compromissos oficiais, Bolsonaro se manifestou em sua conta no Twitter: “São cada vez mais positivas as impressões que recebemos. A confiança no futuro do Brasil vem sendo restabelecida através de compromissos sólidos e eficientes para nossa economia. Temos um claro objetivo: colocar nosso país entre os 50 melhores para se fazer negócios no mundo!

Diário do Poder

   

Comentários (0)

  • Nenhum comentário publicado. Clique aqui para comentar.
Jornal Ecos do Tocantins    |    Contato: trajanocoelho@gmail.com    |    (63) 98444-2993