Pium, segunda 22 de abril de 2019

Agronegócios

Janela de plantio da soja termina com registro de 1 ocorrência de ferrugem asiática no Tocantins; são 162 casos em todo país

22/01/2019 04h03

Sistema Famasul Efeito da ferrugem asiática
Norte Agropecuário

Terminou na última  terça-feira,15, o prazo da janela de plantio da soja sequeiro no Tocantins para a Safra 2018/2019, a mesma teve início no dia 1º de outubro. A Agência de Defesa Agropecuária estabeleceu a janela de plantio, como medida de controle da Ferrugem Asiática na cultura da oleaginosa.

De acordo com dados divulgados pelo Consórcio Antiferrugem, já são 162 ocorrências identificadas em lavouras comerciais espalhadas por 11 diferentes estados, com destaque para o Paraná, que lidera o ranking com 51. O Tocantins teve uma ocorrência, segundo o consórcio, na região sul do Estado.

No mesmo período da safra passada, já haviam sido registrados 131 casos de ferrugem asiática no Brasil entre os dias 16/11/2017 e 10/01/2018. Esse índice representa aumento de, aproximadamente, 23% nesta safra 2018/19. Até o final do ciclo 2017/18 os casos registrados chegaram ao número de 643 até o dia 05/06/2018.

Para a pesquisadora da Embrapa Soja que atua junto ao Consórcio Antiferrugem, Cláudia Godoy, esse aumento em relação à safra passada se dá justamente devido a antecipação do aparecimento da doença nesse ciclo, uma vez que os plantios aconteceram mais cedo em diversas regiões.

“O cenário no início do ciclo era propício à ferrugem com muita chuva e os plantios acontecendo mais cedo. No mês de dezembro várias áreas passaram por estiagem, o que diminuiu o ritmo de avanço dos esporos. As lavouras que foram plantadas depois do dia 15 de outubro e no mês de novembro, que continuam no campo, são as que preocupam daqui para a frente e o produtor deve ficar atento e manter as aplicações preventivas conforme o planejado”, explica Cláudia Godoy.

Os casos registrados estão nos estados do Paraná (51), Rio Grande do Sul (44), Mato Grosso do Sul (20) e Goiás e Mato Grosso (10 cada), Santa Catarina (08), São Paulo e Minas Gerais (07), Rondônia e Maranhão (02) e Tocantins (01).

CADASTRO NO TOCANTINS

Para realizar o cadastro, o sojicultor do Tocantins deve procurar o escritório da Adapec do município onde está a área plantada e preencher o formulário, ou se preferir, acessar o site http:/adapec.to.gov.br/vegetal/, preencher as informações e entregar na Agência. “O produtor deverá emitir o DARE (Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais) no site www.sefaz.to.gov.br, e efetuar o pagamento para finalizar o cadastro”, explicou o Inspetor de Defesa Agropecuária, Cleovan Barbosa, acrescentando que até o momento já foram cadastrados no sistema online 159.490 ha.

O presidente da Adapec, Alberto Mendes da Rocha, pontuou a importância de se fazer o cadastramento anual do plantio da soja. “Na última safra, a Adapec realizou o monitoramento de pragas em mais de 1.400 propriedades no Tocantins, com o propósito de mantermos o controle da Ferrugem Asiática e outras pragas que acomete a oleaginosa, mais é importante que os produtores realizem o cadastro das suas áreas plantadas”, ressaltou Alberto.

“Por meio de portaria, uma medida legislativa, a calendarização do plantio de soja atua no controle de pragas uma vez que contribui para o retardamento do aparecimento do fungo e evita o plantio sucessivo da cultura, diminuindo assim, o risco de resistência aos fungicidas disponíveis no mercado. Essa semana os trabalhos foram intensificados pelos nossos inspetores de campo em todo o Estado. Até o momento as pragas em geral estão sobre controle, sobretudo, àquelas de controle oficial, como a Ferrugem Asiática e o Amaranthus palmeri que continua ausente no Estado, graças ao trabalho preventivo de monitoramento de nossos técnicos”, pontuou o Inspetor de Defesa Agropecuária, Marley Camilo. (Com informações da Adapec, Notícias Agrícolas e Portal do Agronegócio)


   

Comentários (0)

  • Nenhum comentário publicado. Clique aqui para comentar.
Jornal Ecos do Tocantins    |    Contato: trajanocoelho@gmail.com    |    (63) 98444-2993