Pium, sábado 17 de novembro de 2018

Cultura

Polícia do PT

29/10/2018 06h41

Enio (Diário do Poder) POLPT


 Em 1995, época em que José Dirceu fazia o papel de “investigador implacável de corrupção” e o PT tinha conotações policialescas, Esperidião Amin contou a ele, na câmara, a história de Joca da Penha, prefeito catarinense nos anos 1960. Joca tinha “problemas” nas contas da prefeitura quando alguém foi à sua casa informar que um incêndio consumia a prefeitura. Joca ficou aliviado:

– Deixa queimar… Ano novo, vida nova… Depois de contar a história, Amin pediu: – Zé, agora que presido o PPB, você como ex-chefe da “PTpol” mande queimar as fichas falando mal de mim. Afinal, cargo novo, vida nova.

Diário do Poder

   

Comentários (0)

  • Nenhum comentário publicado. Clique aqui para comentar.
Jornal Ecos do Tocantins    |    Contato: trajanocoelho@gmail.com    |    (63) 98444-2993