Pium, sábado 17 de novembro de 2018

Geral

Candidatos mentem sem parar, mas TSE só tem olhos para ‘fake news’Justiça Eleitoral não contém mentiras deles em campanha

25/10/2018 08h37

Fabio Pozzebon - Ag. Brasil Mentiras contadas por candidatos em horário eleitoral não têm qualquer punição do TSE


Redação

.Empenhada no combate a fake news e às “ameaças” à democracia, a Justiça Eleitoral não se incomoda com a maior fonte de falsidades da campanha de 2018: os próprios candidatos, que estão autorizados a usar o horário eleitoral, público, para mentir sem repercussão.

A maioria mente quando se elogia e quando ataca seus adversários. Pode-se mentir, prometer sem não cumprir e até inventar histórias. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Haddad começou entrevista no Jornal Nacional, a primeira do 2º turno, dizendo representar a “socialdemocracia”. Seu nariz deve ter crescido.

Candidato até comete crime ao mentir sobre o rival, como em Brasília, mas a Justiça Eleitoral só tem olhos para fake news de anônimos.

Vídeo de Haddad de agosto é considerado “fake”, mas vídeo do filho de Bolsonaro de julho é tido como verdadeiro. E considerado “ameaça”.

Diário do Poder

   

Comentários (0)

  • Nenhum comentário publicado. Clique aqui para comentar.
Jornal Ecos do Tocantins    |    Contato: trajanocoelho@gmail.com    |    (63) 98444-2993