Palmas, segunda 29 de maio de 2017

Turismo

MBAC pode suspender produção de fosfato em Arraias (TO)

29/01/2015 09h26

Web Unidade de produção em Arraias - TO

A MBAC Fertilizer informou no último dia 21 que colocou a planta de fosfato Itafós, em Arraias (TO), em modo mínimo de produção e estuda a suspensão temporária das operações.  Em comunicado enviado ao mercado, a empresa afirmou que a medida faz parte de sua estratégia para conservar capital de giro.

A decisão de diminuir a produção em Itafós, segundo a MBAC, considerou a entrada de uma época de baixa nas vendas de fertilizantes no Brasil.

Visando conservar ainda mais capital de giro, é possível que a empresa opte por suspender a produção e colocar a planta em manutenção.

De acordo com a MBAC, a operação em Itafós será reavaliada nos próximos meses, com a expectativa de que a demanda por fertilizantes volte a aumentar e a empresa reforce seu capital de giro.

A companhia disse ainda que a plena retomada das operações em Itafós dependerá do sucesso de sua estratégia para levantar recursos.

Procurada pelo NMB, a assessoria de comunicação da MBAC não respondeu até a publicação desta matéria.

No mesmo comunicado, a MBAC forneceu uma atualização sobre o seu processo de revisão estratégica em curso que, segundo a companhia, visa melhorar a liquidez e a posição de capital de giro da empresa.

Após consulta aos seus credores seniores, a MBAC contratou o Deutsche Bank AG como consultor financeiro, para ajudar a encontrar uma solução definitiva para as restrições de capital de giro da empresa.

Entre as opções em análise no processo de revisão estratégica, está encontrar um parceiro ou vender a empresa ou alguns de seus ativos. Segundo a MBAC, potenciais candidatos já foram selecionados e estão sendo avaliados pela companhia.


A MBAC disse que sua capacidade para continuar em funcionamento depende da obtenção de financiamento adicional para capital de giro.

A empresa, no entanto, diz acreditar que uma alternativa de longo prazo será alcançada por meio do processo de revisão estratégica. De acordo com o comunicado, a companhia continua a trabalhar com os seus credores seniores para obter o financiamento necessário no curto prazo.

A MBAC informou que não há garantias de que uma transação comercial ou venda será concluída em seu processo estratégico. “O Conselho de Administração da companhia analisará todas as possíveis alternativas estratégicas.

Dada a necessidade de confidencialidade durante potenciais negociações, a MBAC não tem a intenção de fornecer atualizações desse processo até em que o Conselho aprove ou conclua uma transação”, diz o comunicado da companhia.


Fonte: Blog do Dinomar Miranda

   

Comentários (0)

  • Nenhum comentário publicado. Clique aqui para comentar.
Jornal Ecos do Tocantins    |    Contato: trajanocoelho@ecosdotocantins.com.br    |    (63) 9218-5652