Pium, sexta 22 de setembro de 2017

Meio Ambiente

PESQUISA DESTACA A IMPORTÂNCIA DO USO DE JOANINHAS COMO CONTROLADORES DE PRAGAS AGRÍCOLAS

04/09/2017 16h18

Créditos: Maurício Silva de Lima Foto 01: Zagreus bimaculosus (Adulto); Foto 02: Zagreus bimaculosus (Larva); Foto 03: Brumoides foudrasi (Adulto).
Marcos Leão e Selene Vital

O Brasil é líder no ranking mundial no uso de agrotóxicos, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), entre os países em desenvolvimento, os agrotóxicos causam, anualmente, 70.000 intoxicações agudas e crônicas.

Visando diminuir o uso desses agrotóxicos o controle biológico é uma estratégia que pode reduzir os danos causados pelas pragas agrícolas, mantendo a viabilidade econômica do sistema produtivo sem causar impacto para o homem e para o meio ambiente.

Trabalhos nessa linha de pesquisa têm sido fundamental para o sucesso desses métodos de controle; dentre esses, recentemente foi publicado o trabalho intitulado “Biology of Zagreus bimaculosus Mulsant (Coleoptera:Coccinellidae), a Predator of Ferrisia dasylirii (Cockerell) (Hemiptera: Pseudococcidae)” publicado o periódico The Coleopterists Bulletin, 70(2): 314-320. 201, fruto do trabalho de tese do Dr. Mauricio Silva de Lima em parceria como Dr. Reginaldo Barros da UFRPE e do Dr. José Wagner da Silva Melo da UFC.

Esse trabalho teve como objetivo avaliar se essa joaninha Zagreus bimaculosos, seria capaz de se desenvolver e reproduzir, alimentando-se de uma espécie de cochonilha que ocorre em diversos tipos de plantas no Brasil. Como resultado foi observado que a joaninha além de se desenvolver bem se alimentando da cochonilha, ainda conseguiu resultados melhores do que quando se alimenta de ovos de lepidóptera, alimento alternativo para multiplicação das mesmas em laboratório.
 
Trabalhos como esses são importantes, pois muitas vezes temos essas joaninhas como nossas aliadas no controle biológico mais pouco se conhecem sobre elas. O uso natural desses predadores contribui para a diminuição do uso de agrotóxicos e da contaminação ambiental, destaca o autor. Além desse trabalho outro dos mesmos autores, seguindo essa mesma linha de pesquisa será publicado em 2018, no periódico Brazilian Journal of Biology, com o título “Alternative food sources for the ladybird Brumoides foudrasii (Mulsant) (Coleoptera: Coccinellidae)”.

Matéria baseada nos argumentos da entrevista ao Alagoano, Dr. Mauricio Silva de Lima, Biólogo, Licenciado e Bacharel (UFAL); Mestre em Produção Vegetal e Doutor em Entomologia Agrícola (UFRPE).

   

Comentários (0)

  • Nenhum comentário publicado. Clique aqui para comentar.
Jornal Ecos do Tocantins    |    Contato: trajanocoelho@gmail.com    |    (63) 98444-2993