Pium, quarta 22 de novembro de 2017

Política

Terrorismo no parlamento de Pium

30/10/2017 08h04

TCNII Câmara Municipal de Pium - TO

Trajano Coelho Netto II – Ecos do Tocantins


O grupo de oposição na Câmara Legislativa de Pium – TO, composto por 5 vereadores, recentemente e de maneira tempestiva, visitou o jornalista Trajano Coelho Netto II em seu ambiente de trabalho, nada anormal embora o protocolo e a educação tenham sido “ esquecidos “ .

Ocorreu que a finalidade da “gentileza”, nada mais era do que uma explícita e desqualificada tentativa de intimidação direcionada ao profissional de comunicação, cujo trabalho e independência ideológica não agradam aos tais senhores, acostumados que são à tutela e “agrados” do deputado estadual nativo , cuja atuação parlamentar é ao extremo questionável quando se trata de beneficiar o seu próprio lugar de origem, a não ser pela distribuição de empregos pagos pelo erário público como forma de manter sua influência sobre o reduto eleitoral, empregos estes destinados em vários casos aos chamados “funcionários fantasmas”, como aponta o Ministério Público Estadual.

Orientados que são pelo líder provedor, os senhores oposicionistas da Câmara Municipal, mantém na casa legislativa, especificamente na Comissão de Constituição e Justiça, “gaveta especial” onde depositam e esquecem os projetos do Poder Executivo, prejudicando a população por motivos meramente políticos. São constantes os ataques raivosos de alguns quando se referem em plenário ao prefeito em exercício de mandato; ofensas pessoais proferidas em palavras e expressões de baixo calão, são utilizadas em cada sessão, campanha difamatória pode ser ouvida em todos os quadrantes do município, ignorando que seus feitores não estão fora do alcance da Justiça e que o poder não é eterno, pois brevemente serão julgados pela população em processo eleitoral.

E como rotular tais ações a não ser como terrorismo, já que por definição, o termo significa “ Utilização organizada e metódica da violência, verbal ou não, com propósitos políticos “ ...

Deve o povo de Pium, promover no próximo pleito municipalista, uma sistemática renovação de seus representantes parlamentares, de vez que os atuais ocupantes das cadeiras da Câmara, de modo evidente deixam a desejar. Alguns são negligentes na defesa do líder que se propuseram a acompanhar e serem solidários em qualquer instância. Outros fazem uso do terrorismo como arma política. Características como cultura, prática de ações de interesse coletivo, propostas viáveis, capacidade de trabalho e outros atributos podem certamente servir de referência aos eleitores.

Constitui obrigação lutar de forma determinante para não regredir no tempo, voltando à época em que o preço a pagar por ser um líder idealista comprometido com a causa do desenvolvimento, era a própria vida. A ganância pelo poder, não conhece limites ...

   

Comentários (0)

  • Nenhum comentário publicado. Clique aqui para comentar.
Jornal Ecos do Tocantins    |    Contato: trajanocoelho@gmail.com    |    (63) 98444-2993